Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Nas ilhas dos amores és menino

Subo e desço, contorno o vulcão, sua majestade!

14.04.22 | Armindo Mendes | comentar
Hoje, olhar o meu lago, cá de cima, é tão bom Sou açor de asas gris ao vento, sem norte, voando Lagoa meiga, de ondas suaves, meu coração... Olho-te, cheiro-te, ouço-te, escrevo-te, adorando!   Tua luz é hortência, teu brilho é flor (...)

Porto Sentido

em tarde de Março

14.03.22 | Armindo Mendes | comentar
"E esse teu ar grave e sério Dum rosto e cantaria Que nos oculta o mistério Dessa luz bela e sombria" Foto: Armindo Mendes (Direitos Reservados)

Muros de dourado xisto!

26.02.22 | Armindo Mendes | comentar
Que delícia, querer muito deter o tempo, profundo… Aguarela do iluminismo, com cheiro e tudo! Pintar este cantinho do mundo… Sei não poder, mas esforço-me, sem dor alguma, contudo!   Sôfrego, por agarrá-lo! Tonto, meto a cabeça (...)