Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Graciosa, hortências de bela canção!

Teu mar, teu sal, salpicam paisagens

13.07.22 | Armindo Mendes | comentar
Graciosa, ínsua branca, conheci-te, finalmente! Das nove atlântidas furtivas, a última na minha admiração Tua quentura suave, sem pressa, tempera ao sol poente… Teu mar, teu sal, salpicam paisagens, como notas de bela canção! Que (...)

Olhos desabrocham em lágrimas de coração

Milhões de pontos cintilantes, da cor da alma

05.04.22 | Armindo Mendes | comentar
Degustado, sem pressas, o arroz de favas, passeado o jardim palaciano de japoneiras e laranjeiras, a velha estrada 108 apresentou-se, como outrora, com curvas e contracurvas, sob um brilho de Primavera, imitando os caprichos do Douro verde, de (...)