Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Muros de dourado xisto!

26.02.22 | Armindo Mendes | comentar
Que delícia, querer muito deter o tempo, profundo… Aguarela do iluminismo, com cheiro e tudo! Pintar este cantinho do mundo… Sei não poder, mas esforço-me, sem dor alguma, contudo!   Sôfrego, por agarrá-lo! Tonto, meto a cabeça (...)

Num mar ao avesso?

07.10.21 | Armindo Mendes | comentar
Sentado numa rocha vejo a luz do meu mar Estou ali, só, e vejo a minha pele descoberta A água é sal que chega para a dor atiçar A maresia de Norte com a alga partiu para parte incerta?   O Norte, como a estrela, diz-se, é o rumo ao polo certo Mas como é o polo do Norte ou do Sul num mundo ao avesso?

Fugas (II)

07.10.21 | Armindo Mendes | comentar
Fugas são corações que se deixam para trás para continuar em frente? Fugas são ir em frente e olhar corações para trás, em sobressalto Fugas são ir em frente e ficar perdido entre a corrente Fugas são querer parar, andando em terreno alto. (...)