Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Viva o 25 de Abril, viva a Liberdade!

Brincávamos e ouviram-se tiros, disparos de pistola

25.04.22 | Armindo Mendes | comentar
Era noite, no Vale do Ave, era tarde, no verão quente de 1975! Criança de terna idade, encontrava-me dentro do café Ringo, onde o senhor Nunes entrara assustado, com a cara rosada e olhos bugalhudos.   O meu pai fechara de imediato a (...)

Olhar que nunca parte

01.11.21 | Armindo Mendes | comentar
Neste cantinho do mundo estão as minhas raízes… Neste cantinho da minha urbe, o berço do meu avô, do meu pai. Foram tasqueiros duros, ali na rua D. João I foram felizes. Ainda ouço o som das torneiras das pipas do tinto que nas malgas cai. (...)