Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Línguas de amor eteno segredar

01.10.21 | Armindo Mendes | comentar
Língua que se retrai no primeiro beijo. Anichada na caverna, oculta por cortina de batom. A língua espreita doce, miras em lampejo. E, na boca do passo doble, já num baile em bom tom.       Língua de Romeu que ondula em tango um pedaço (...)

Sentir a brisa que refresca a alma

07.03.21 | Armindo Mendes | comentar
E há rios imensos de sonhos para contar, este ou outro qualquer, só há que abrir as asas e voar. Sem medos, deixar a caneta voar, voar, voar! É lindo olhar o mundo lá de cima, ficar tão leve e sentir a brisa que refresca a alma. Que (...)