Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

28.07.11

Castro de São Lourenço, mais exemplo “vivo” da cultura castreja do norte da Península Ibérica

Armindo Mendes

 

 

Como Sanfins, em Paços de Ferreira, o castro de São Lourenço, em Esposende, sobranceiro ao estuário do rio Cávado, que visitei pela primeira vez por estes dias, é mais um  exemplo da importância da cultura castreja no período anterior à romanização da Península Ibérica (III e II a.C).

Este antigo povoado perdurou vários séculos, incluindo os primeiros da ocupação romana, bem evidentes no tipo de construção
presente em algumas das habitações.

Os arqueólogos concluíram que o castro terá sido habitado até ao século IV da nossa era.

Calcorrear as antigas ruas do povoado é recuar mais de dois mil anos no tempo, tentando perceber como viveu o povo de então.

 

 

 

Do alto do cabeço, situado a uma altitude de cerca de 200 metros, observa-se o estuário do rio Cávado e uma longa extensão do litoral nortenho.