Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

Marca d'Água

Apenas um olhar de Armindo Pereira Mendes

13.05.07

> Vale sempre a pena acreditar que existem públicos para a Cultura

Armindo Mendes



Na noite de sábado o auditório da BM de Felgueiras encheu para assistir à representação da peça "A enferma", pelo Teatro Oficina Fonseca Moreira.
Depois de algumas iniciativas de âmbito cultural promovidas recentemente na Feira de Maio não terem granjeado do público felgueirense a adesão esperada, eis que outra actividade de âmbito cultural, desta feita o teatro, voltou a atrair grande atenção, provando, afinal, que vale a pena trabalhar, com perseverança, na criação de públicos específicos.
O trabalho de base na área do teatro desenvolvido há vários anos em Felgueiras e junto de felgueirenses aponta no sentido de que vale sempre a pena acreditar…
Recordo, a propósito, que há cerca de 10 anos, em Amarante, quando começava uma vaga de realizações de natureza cultural, pouco público marcava presença nas peças de teatro, nos concertos da Orquestra do Norte ou nas exposições no Museu Amadeo de Souza-Cardoso. Hoje, volvidos vários anos, os espectáculos de teatro, os concertos de música clássica ou as inaugurações de exposições de diversos tipos têm sempre casa cheia.
Os públicos existem também nestas pequenas cidades do interior, como Amarante ou Felgueiras, mas é preciso trabalhar no sentido de lhes despertar o interesse, adoptando políticas culturais sóbrias e, sobretudo, persistentes.
Se o novo Teatro Fonseca Moreira for mesmo para a frente, então estarão reunidas condições para se trabalhar a sério na criação e descoberta de públicos...